terça-feira, 2 de outubro de 2012

MORDOMIA NA VIDA CRISTÃ

2 Coríntios 8:1-11: 1 TAMBÉM, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejas da Macedônia; 2 porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade. 3 Porque, segundo o seu poder (o que eu mesmo testifico) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente. 4 Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos. 5 E não somente fizeram como nós esperávamos, mas a si mesmos se deram primeiramente ao SENHOR, e depois a nós, pela vontade de Deus. 6 De maneira que exortamos a Tito que, assim como antes tinha começado, assim também acabasse esta graça entre vós. 7 Portanto, assim como em tudo abundais em fé, e em palavra, e em ciência, e em toda a diligência, e em vosso amor para conosco, assim também abundeis nesta graça. 8 Não digo isto como quem manda, mas para provar, pela diligência dos outros, a sinceridade de vosso amor. 9 Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis. 10 E nisto dou o meu parecer; pois isto convém a vós que, desde o ano passado, começastes; e não foi só praticar, mas também querer. 11 Agora, porém, completai também o já começado, para que, assim como houve a prontidão de vontade, haja também o cumprimento, segundo o que tendes. Paulo lembra aos irmãos da igreja de Corinto as áreas em que eles eram os melhores em relação às demais igrejas. Mas, ele os aconselha a serem os melhores também em ofertar. O apóstolo mostra àquela igreja que os irmãos da Macedônia eram mais pobres, mas não tinham dificuldades alguma em ofertar. Há um ditado que diz: “A parte mais difícil de converter é o nosso bolso”. Temos facilidade em ir à igreja, ter comunhão com os irmãos e participar de eventos religiosos, até mesmo de devolver o dízimo; mas muitas vezes negligenciamos o ofertar a Deus. O dízimo, conforme o próprio nome diz, corresponde a 10% de nossas rendas. Porém, quanto à oferta, Deus nos deixa livre para dar segundo o que propomos em nosso coração (2 Coríntios 9:7). Vamos seguir o conselho de Paulo e sendo os melhores em tudo. Jesus disse: “deveis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas” (Lucas 11:42). Fátima soares

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
Deixo a minha benção e a paz de Jesus.